Imóvel arrematado em leilão - De quem é a responsabilidade pelo pagamento do IPTU em atraso? | Direito Imobiliário e Patrimonial - Paiva Nunes & Filter Advogados
Loader
News
Imóvel arrematado em leilão – De quem é a responsabilidade pelo pagamento do IPTU em atraso?

A compra de imóveis em leilões judiciais pode ser um bom negócio em termos financeiros. A questão é que, em diversos casos, o imóvel vem acompanhado de muitos débitos tributários. Por isso, uma dúvida muito frequente surge quando o assunto é leilão de imóveis: de quem é responsável pelos tais débitos?

Estas dívidas deverão ser pagas pelo novo proprietário desde que estejam plenamente expressas no edital do leilão imobiliário, o que salienta a necessidade do comprador se informar sobre essas pendências antes de arrematar o imóvel. O Código Tributário Nacional estabelece que os “(…) impostos cujo fato gerador seja a propriedade, o domínio útil ou a posse de bens imóveis, e bem assim os relativos a taxas pela prestação de serviços referentes a tais bens, ou a contribuições de melhoria, subrogam-se na pessoa dos respectivos adquirentes (…)”.

Entretanto, o mesmo Código prevê uma exceção, estabelecendo que “no caso de arrematação em hasta pública, a sub-rogação ocorre sobre o respectivo preço”. Ou seja, se a casa for arrematada em leilão judicial, o IPTU atrasado estará incluso no valor da arrematação, isto é, o valor que a pessoa pagar no leilão servirá também para quitar os débitos de IPTU. Caso os débitos tributários forem maiores que o valor da arrematação, o prejuízo será do Fisco, não do arrematante.

A fim de evitar a compra de imóvel com dívida, algumas precauções podem ser tomadas, evitando muitas dores de cabeça. O primeiro e mais importante dos cuidados é a leitura minuciosa da matrícula do imóvel e do edital de venda. O edital é um documento com todas as informações relativas ao bem e ao pagamento. Nele devem constar todas as dívidas do imóvel, de forma que o processo de leilão seja o mais transparente possível.

Já a matrícula é um documento que conta todo o histórico do imóvel, incluindo informações como vendas passadas, financiamentos, hipotecas, penhoras, etc. Vale a pena obter uma versão atualizada do documento, o que pode ser requisitado no cartório em que o imóvel está registrado.

A análise desses documentos deve ser feita com o apoio jurídico de um advogado especialista em direito imobiliário, visto que apenas o profissional adequado possui o conhecimento jurídico para encontrar eventuais minúcias que possam resultar em surpresas problemáticas no leilão de imóvel.

 

Fonte: https://www.paivanunesadvogados.com.br/imovel-arrematado-em-leilao-de-quem-e-responsabilidade-pelo-pagamento-do-iptu-em-atraso/
Entre em contato conosco


 

Paiva Nunes & Filter - Porto Alegre


Rua Santos Dumont, 1500 - Sala 602 - Floresta, Porto Alegre / RS - CEP: 90230-240
Telefone: +55 51 3331.2525
E-mail: contato@pnf.adv.br

Veja no mapa

Paiva Nunes & Filter - São Paulo


Av Paulista 37, 4° andar - Casa das Rosas - CEP 01311-000
Telefone: +55 51 3331.2525
E-mail: contato@pnf.adv.br

Veja no mapa



 

Paiva Nunes & Filter - Florianópolis


Av. Rio Branco, 404/1203 – Torre 2 – Centro – Florianópolis/SC - CEP 88015-200
Telefone: +55 51 3331.2525
E-mail: contato@pnf.adv.br

Veja no mapa