Loader
News
APRENDA A LIDAR COM A INADIMPLÊNCIA

Sempre que um síndico pensa em problemas no condomínio, a primeira ideia que lhe vem à mente é a inadimplência. É muito raro um condomínio onde não exista nenhum caso desse, mas, para superar essa situação que parece estar enraizada na cultura brasileira, confira quatro dicas fundamentais:

1 – Contas em dia

A situação financeira do condomínio deve ser dominada completamente pelo síndico. Ele precisa ter total conhecimento de quem está com o pagamento das taxas em dia e de quem não está. Desse modo, é possível prever atitudes em relação àqueles condôminos que costumam ficar em débito com o condomínio mais frequentemente, mantendo um diálogo mais aberto com quem raramente se atrapalha na hora de efetuar o pagamento das taxas condominiais.

2 – Cobrança rápida

Cobrar os inadimplentes no momento correto é fundamental. Se o condomínio possuir uma administradora, ela se encarregará desse serviço; caso contrário, será função do síndico. De qualquer forma, a agilidade na cobrança é um dos pontos-chave para lidar com a inadimplência.

Muitas vezes o condômino fica inadimplente por se esquecer de pagar o próprio boleto. Enviar uma carta amigável, já com o boleto para pagamento logo após o vencimento da taxa, diminui muito o número de inadimplentes. Mas, se mesmo depois desse aviso o condômino não pagar, é necessário enviar outra carta deixando claro que há um débito a ser quitado. Após essa tentativa, é sugerido que o síndico ou a administradora façam a cobrança por telefone.

4 – Conscientização dos moradores

Quando os condôminos entendem como funciona a parte financeira do condomínio, tudo fica mais simples. Por isso, fazer campanhas periódicas diminuem a inadimplência daquelas pessoas que privilegiam o pagamento de outras contas em detrimento da taxa do condomínio.

Todos os moradores querem que obras saiam do papel em seu próprio condomínio. Por isso, explicitar a consequência da inadimplência no atraso ou impossibilidade de execução dessas obras pode surtir um efeito positivo no combate à inadimplência. Dizer que os vizinhos custeiam as despesas dos inadimplentes também pode ser uma boa estratégia, já que muitas pessoas se sentem incomodadas ao perceber que amigos estão sofrendo pela sua falta de organização.

5- Conversa com o síndico
O síndico tem um papel de liderança no condomínio, portanto é fundamental que ele próprio converse com os inadimplentes. Uma boa conversa pode melhorar ou até mesmo solucionar situações que pareciam perdidas. Mas, para lidar com isso de maneira tranquila, o síndico precisa ter uma boa capacidade de diálogo; caso contrário, a tentativa pode surtir efeito inverso.

Mesmo que a situação já esteja na justiça, e caso haja espaço, converse com o morador com tranquilidade. Já houve situações em que uma boa argumentação do síndico acarretou em pagamento imediato dos devedores.

A inadimplência nos condomínios é a principal dificuldade do síndico, mas com transparência e rigidez é possível contornar essa situação. A prevenção é sempre o mais correto; afinal, evitar um problema é mais fácil do que resolvê-lo. Fazer campanhas de conscientização com cartazes e reuniões é uma boa iniciativa. Além disso, ações como enviar o boleto no prazo correto pode realmente mudar essa situação, principalmente porque essa atitude é de responsabilidade total do síndico ou da administradora, dependendo da situação. Criar regras em assembleia e depois inseri-las no Regulamento Interno do condomínio vai possibilitar que as ações do síndico estejam sempre respaldadas em documentos.

Fonte: Nextin

Entre em contato conosco


Paiva Nunes Porto Alegre
Rua Santos Dumont, 1500 - Sala 602 - Floresta, Porto Alegre / RS - CEP: 90540-120
Telefone: +55 51 3331.2525 / 51 3023.2958 / 51 9996.9997
E-mail: contato@paivanunesadvogados.com.br
Paiva Nunes Florianópolis
Av. Rio Branco, 404/1203 – Torre 2 – Centro – Florianópolis/SC -CEP 88015-200
Telefone: +55 51 3331.2525 / 51 9996.9997
E-mail: contato@paivanunesadvogados.com.br